• factor-kline

Salões europeus reabrem, mas o que vem a seguir?


Como os salões da maioria dos países europeus reabriram em maio (na Rússia, em 20 de abril), todos no setor estão contando perdas e olhando para o futuro. Este ano é o mais desafiador, em especial para os salões, pois seu fechamento por um ou dois meses e operações restritas impactaram profundamente as receitas.


Nossas projeções indicam que as receitas totais dos salões nos principais mercados europeus podem ser afetadas por uma redução de menos de 20% no melhor cenário. Enquanto o cenário mais provável prevê que as receitas encolham em um terço, de acordo com nosso relatório recentemente publicado, "Impact of COVID-19 on the Salon Hair Care Market".


Dado o desempenho lento da indústria de salões de beleza nos últimos anos, bem como o fato de muitos salões falirem, o mercado - em termos de receita de salões de beleza - não deve se recuperar para os níveis anteriores a 2020 nos próximos cinco anos, mesmo no melhor cenário previsto.


Embora as vendas de produtos profissionais também sofram devido ao fechamento de salões, as opções para empresas de beleza profissional parecem mais otimistas. A expansão das vendas de produtos profissionais para outros canais de distribuição - em particular o e-commerce - tem sido um dos principais desenvolvimentos do mercado nos últimos anos. As vendas fora dos salões, por lojas físicas ou online, já representavam 15% do total de vendas em 2019, e seu crescimento foi substancial, conforme detalhado em nosso estudo de inteligência competitiva, "Salon Hair Care Global Series". O e-commerce é responsável pela maior parte do crescimento e das vendas fora dos salões, e esse canal também pode ser uma forma de salvação para marcas cujas vendas já estavam diminuindo no canal salão, antes da crise do COVID-19.


Outro desenvolvimento natural da indústria de salões de beleza é o aumento no número de cabeleireiros independentes. Salões que estão fechando, além de novas e restritas condições de trabalho que não são necessariamente confortáveis para cabeleireiros e clientes, provavelmente levarão os profissionais a um modo de trabalho mais flexível. O nosso estudo "Independent Stylists: Global Market Brief" detalha todas as formas como os cabeleireiros independentes trabalham: em suas próprias casas, alugando espaços ou nas casas de seus clientes - seja em período integral ou parcial.


Enquanto observamos como o setor se desenvolve, é importante avaliar também seu desempenho na primeira metade do ano. No final do primeiro semestre do ano, atualizaremos as informações de mercado em regiões de referência para mostrar o impacto real da pandemia e as medidas tomadas pelo mercado profissional. Além disso, a edição 2020 do relatório "Salon Hair Care Global Series" destacará os crescentes segmentos de mercado, como produtos masculinos, naturais e para tratamento com o couro cabeludo.


Para mais informações, entre em contato com a Factor-Kline.


Fonte: Kline&Co.

© 2016 Factor-Kline

  • LinkedIn - Black Circle
  • b-facebook