© 2016 Factor-Kline

  • LinkedIn - Black Circle
  • b-facebook
Please reload

ARTIGOS RECENTES: 

SIGA-NOS

  • LinkedIn - Grey Circle
  • Facebook - Grey Circle

Crescimento do mercado de aditivos supera o de lubrificantes acabados

 

O consumo global de aditivos para lubrificantes apresentou crescimento moderado em 2015, com um aumento estimado de 1,0% em relação a 2014. Até 2019 o mercado de aditivos para lubrificantes deve crescer 1,6% ao ano, impulsionado pelo forte crescimento em regiões como Ásia-Pacífico, África, Oriente Médio e parte da América do Sul, de acordo com o relatório Global Lubricant Additives: Market Analysis and Opportunities [Mercado global de aditivos para lubrificantes: análise e oportunidades], publicado recentemente pela Kline, empresa global de consultoria em gestão e pesquisa de mercado.

 

A taxa de crescimento dos aditivos para lubrificantes é maior do que a taxa de crescimento dos lubrificantes acabados, e varia significativamente de acordo com a classe de funcionalidade dos aditivos. Por exemplo, a maior demanda por lubrificantes de longa duração, que promovem economia do combustível e limpeza do motor gera um aumento na utilização de dispersantes, antioxidantes e modificadores de fricção. O uso mais frequente de óleos de motor multiviscosos impulsiona o uso de melhoradores do índice de viscosidade. Por outro lado, devido a problemas de compatibilidade com dispositivos de controle de emissões, o uso de detergentes e aditivos antidesgaste é atenuado.

 

Os óleos para motor para veículos pesados e carros de passeio e, na categoria de lubrificantes industriais, os fluidos de usinagem, são as principais categorias em consumo de aditivos, respondendo por três quartos do consumo total de aditivos.

 

A região Ásia-Pacífico lidera no âmbito mundial de consumo de lubrificantes acabados, representando mais de 40% do total. A América do Norte é a segunda maior região de consumo de lubrificantes, representando mais de 20% do volume total, seguida pela Europa, que responde por aproximadamente 17% do consumo total.

 

Desde 2010, o mercado global de aditivos para lubrificantes cresceu em média 1,8% ao ano devido ao aumento na demanda de lubrificantes e à transição para níveis de qualidade mais elevados. A demanda de aditivos lubrificantes para fluidos de usinagem mostrou forte recuperação entre 2012 e 2014 após uma queda entre 2008 e 2012. Com exceção dos lubrificantes para carros de passeio e dos fluidos de usinagem, o crescimento da demanda diminuiu de ritmo.

 

Segundo Milind Phadke, diretor da área de Energia da Kline, "o mercado global de aditivos para lubrificantes crescerá lado a lado com o crescimento na demanda global de lubrificantes. No segmento de óleo de motor automotivo, a introdução de novos níveis de qualidade, a mudança para óleos de baixa viscosidade e intervalos de troca prolongados levarão a mudanças no tipo de aditivo utilizado".

 

Phadke acrescenta: "Na indústria de fluidos de usinagem, os principais motivadores de formulação incluem: conformidade com os requisitos de SSMA (eliminação de substâncias químicas nocivas), introdução de novas técnicas de usinagem e mudanças nos metais processados. Nos lubrificantes industriais em geral, a formulação será conduzida pela severidade da operação, pela redução no tamanho dos equipamentos, pela ampliação dos intervalos de manutenção, pela utilização de óleos vegetais e pelo deslocamento de óleos-base do Grupo I para o Grupo II e Grupo III.

 

Essas e outras descobertas podem ser encontradas no relatório Global Lubricant Additives: Market Analysis and Opportunities. Esse estudo fornece uma avaliação independente detalhada sobre o mercado global de aditivos para lubrificantes. São apresentadas estimativas para o consumo de aditivos por aplicação, função do aditivo e regiões. As estimativas de demanda para diferentes categorias de função dos aditivos também são divididas em componentes químicos.

 

 

Fonte: Kline & Co.

Please reload

CATEGORIAS: