© 2016 Factor-Kline

  • LinkedIn - Black Circle
  • b-facebook
Please reload

ARTIGOS RECENTES: 

SIGA-NOS

  • LinkedIn - Grey Circle
  • Facebook - Grey Circle

Como os produtos naturais estão se destacando no universo da beleza

“Clean”, “Natural” ou “Verde” são alguns termos usados para o movimento de rápida expansão em beleza e cuidados pessoais, tornando-se uma força a ser reconhecida tanto pelas marcas quanto pelos varejistas. Em 2017, o mercado de produtos naturais para cuidados pessoais registra crescimento de mais de 8% nos E.U.A., com algumas categorias superando o mercado convencional em mais de três vezes. O que está por trás desse robusto crescimento? Nosso relatório de inteligência competitiva “Natural Personal Care” tem por objetivo analisar mais de perto os mercados dos Estados Unidos e do Japão, com análises profundas das tendências, marcas, categorias de produtos e perspectivas para os próximos cinco anos. Veja os principais destaques da nossa análise de mercado:

 

Quais são as categorias mais importantes no mercado de cuidados pessoais naturais nos E.U.A. e Japão?

Os avanços acontecem em todas as categorias. Os cuidados com a pele constituem a maior classe de produtos do mercado de cuidados pessoais naturais, mas a maquiagem registra o crescimento mais rápido, de quase 10%. A categoria é impulsionada pela expansão da distribuição de marcas como a Mineral Fusion, produtos estes que eram vendidos principalmente em lojas de produtos naturais.

 

Qual estudo de mercado pode fornecer mais insights sobre a distinção nos mercados de “inspirados na natureza” versus “verdadeiramente naturais"?

O Sistema de Classificação Natural (NRS, do inglês Natural Ranking System) personalizado da Kline permite-nos classificar as marcas posicionadas neste mercado em inspiradas na natureza e verdadeiramente naturais. Cada marca é classificada em uma escala de 1 a 10, sendo 1 produto altamente sintético e 10 produto completamente natural ou orgânico. Isso nos permite dividir todo o mercado em marcas inspiradas na natureza versus verdadeiramente naturais. Além disso, nosso mais recente rastreador de produtos digitais, Amalgam, pode nos dizer como essas marcas e produtos são classificados online com base nos dados coletados dos principais varejistas online, como Amazon, Target e Ulta.

 

E o que mais podemos esperar para o próximo ano no cenário do varejo de beleza?

Espera-se que um número crescente de varejistas aloque espaço nas prateleiras para marcas posicionadas mais naturalmente. Já vemos marcas especializadas, como a Sephora, colocando um rótulo “clean” em marcas posicionadas como naturais. Os grandes varejistas também estão enfatizando a importância de produtos “clean” e naturais. No outono de 2017, a Walgreens posicionou como natural sua linha de cosméticos coloridos chamada Found, enquanto a CVS anunciou a remoção de todos os parabenos, ftalatos e formaldeído em produtos das linhas de produtos das marcas CVS Health, Beauty 360, Essence of Beauty, Promise Organic e Blade.  

 

Alguma outra tendência interessante que precisamos conhecer?

Um outro aspecto importante que analisamos é a transparência. Em janeiro de 2018, a CVS anunciou que eliminaria os retoques em anúncios de produtos de beleza e firmará parceria com L'Oréal, CoverGirl e Coty nesta empreitada. O varejista também anuncia a implementação de uma “Marca de Beleza CVS” em imagens que não foram alteradas de forma significativa. Para corroborar com essa iniciativa, a CVS lançou a campanha “Beauty in Real Life” em abril deste ano, que apresentou fotos inalteradas de mulheres usando cosméticos.

 

Para saber mais sobre este mercado e suas tendências e os fatores que impulsionam as compras de produtos naturais nos Estados Unidos e no Japão, confira nosso relatório de inteligência competitiva “Natural Personal Care”.

 

Para maiores informações, entre em contato com a Factor-Kline.

 

Fonte: Kline & Co.

Please reload

CATEGORIAS: