© 2016 Factor-Kline

  • LinkedIn - Black Circle
  • b-facebook
Please reload

ARTIGOS RECENTES: 

SIGA-NOS

  • LinkedIn - Grey Circle
  • Facebook - Grey Circle

As Megatendências para a Indústria da Beleza em 2019

 A dinâmica indústria da beleza continua progredindo, impulsionada pelas novas tendências e pelos novos conceitos de produtos, pelo crescimento das marcas independentes e pelos contínuos investimentos para a criação da próxima “grande novidade”. Enquanto nos preparamos para lançar a 44ª edição do nosso relatório anual de inteligência competitiva “Cosmetics & Toiletries USA”, nos deparamos com as tendências mais comentadas, iniciadas em 2018 e que têm tudo para determinar o rumo do mercado da beleza em 2019 e nos anos seguintes.

 

Beleza à la carte

Nos últimos anos vem ocorrendo um notável aumento na tendência que envolve o conceito do ingrediente único, criando a oportunidade para os consumidores personalizarem suas rotinas de beleza por meio do uso de camadas ou da mistura desses produtos. Esta abordagem simples destaca ingredientes básicos como o retinol, a vitamina C ou o ácido hialurônico, que são conhecidos por seus resultados efetivos. Além disso, como esses produtos contêm menos ingredientes, as empresas geralmente podem oferecê-los a preços mais acessíveis. As marcas que já atuam no segmento de personalização incluem Skin Inc, Curology e Kiehl's Apothecary Preparations, enquanto alguns novos entrantes incluem Y'OUR e Proven, lançadas em 2018. Além disso, a Clinique acaba de anunciar o lançamento do Clinique iD, um sistema de mistura personalizada para hidratação que possui 15 combinações exclusivas.

 

O Mercado da Beleza incorpora a cannabis

Embora o cânhamo só tenha entrado recentemente no mercado dos cuidados com a pele dos EUA, ele despertou rapidamente o interesse dos consumidores pelas suas propriedades calmantes e antioxidantes. A tradicional varejista Sephora já adicionou marcas como a High Beauty a sua lista de produtos oferecidos, enquanto players consagrados como Origins, Herbivore, Lord Jones e Milk Makeup recentemente introduziram produtos que contenham a cannabis. Espera-se que o ano de 2019 testemunhe mais lançamentos de produtos de beleza à base de cannabis, já que as empresas do mercado da beleza percebem os benefícios do ingrediente nos cuidados com a pele. Em nosso próximo relatório de inteligência competitiva “Consumer Cannabis Products: U.S. Health and Beauty Market Analysis and Opportunities”, analisaremos a situação regulatória e legal dos produtos à base de canabidiol (CBD), os produtos atualmente oferecidos e os canais de marketing e vendas, bem como as atitudes e percepções dos consumidores.

 

A beleza fica mais verde

Os consumidores continuam a dar maior ênfase aos ingredientes naturais em seus produtos. A tendência de bem-estar tornou-se um marco no mercado graças aos millennials, mas também às empresas que buscam se diferenciar das concorrentes que estão fazendo greenwashing, ou seja, se promovem como ambientalmente corretas, sendo que seus produtos na verdade não colaboram efetivamente com a minimização ou solução dos problemas ambientais. O canal de e-commerce continua sendo fundamental para os produtos de beleza clean; no entanto, os varejistas especializados, como a Sephora e o Detox Market, obtêm sucesso por estabelecer padrões “limpos e naturais” para os cuidados com a pele, facilitando a escolha do consumidor. O ano de 2019 verá um crescimento de pequenos varejistas de beleza que vendem marcas independentes. As boutiques online de beleza clean têm prosperado; a Beauty Heroes, por exemplo, está planejando abrir lojas físicas em 2019. A 10ª edição do nosso relatório de inteligência competitiva “Natural Personal Care: U.S. Market Analysis and Consumer Insights” revelará os avanços mais recentes do mercado e os comportamentos do consumidor neste mercado natural.

 

A beleza enfatiza a diversidade

A beleza inclusiva é um fator determinante no mercado da beleza e tem se tornado mais aceita e adotada pelas marcas e pelos varejistas. A Barneys acabou de incorporar uma linha inclusiva de produtos para cuidados com a pele, a Epara Skincare, que foi lançada no ano passado no Reino Unido e agora está estreando nos Estados Unidos. Como o intenso clima político nos EUA está impulsionando a igualdade e a representatividade no mercado, é provável que as marcas mais neutras em relação ao gênero consigam entrar no mercado e se tornem mais acessíveis através dos varejistas de beleza tradicionais.

 

Fique atento ao nosso mini-relatório “Top Ten Trends and Highlights in Beauty 2018” que será lançado em breve como parte do nosso estudo de inteligência competitiva “Cosmetics & Toiletries USA”.

 

Está interessado em um relatório sobre beleza inclusiva ou temas personalizados do mercado da beleza? Entre em contato.

 

Fonte: Kline & Co.

Please reload

CATEGORIAS: