Compreendendo o papel do varejo após a pandemia



Com o aumento das vacinações, o uso de mascaras seguindo obrigatório e o distanciamento social estão gerando um retorno a nossa rotina pré- pandemia , e com isso os consumidores estão mais uma vez visitando as lojas para se recuperar dos meses em que ficaram presos em casa. Então, o que isso significa para marcas de beleza tradicionais?


Enquanto os consumidores estão ansiosos para retomar suas rotinas pré-pandêmicas e experimentar as compras nas lojas novamente, a Kline está percebendo um lento renascimento das vendas de produtos de beleza tradicionais.

Nosso relatório Beauty Retailing USA, que será publicado em breve, revela que as vendas por meio do varejo em locais físicos ficarão estáveis ​​em 2021 em comparação com 2020, enquanto o crescimento previsto para todos os canais somados será de 3,7%, liderado pelo e-commerce.


Um motivo significativo para a recuperação “demorada” das vendas em lojas físicas de beleza é que os consumidores não estão visitando as lojas com a regularidade de antes. A análise da Kline dos dados de tráfego de pedestres, especificamente para varejistas de lojas de beleza, da SafeGraph nos diz que o tráfego de pedestres ainda não voltou aos níveis pré-pandêmicos. Na verdade, o tráfego de pedestres de janeiro de 2021 a abril de 2021 foi apenas cerca de 66% do que era durante o mesmo período em 2019.


Uma das chaves para a recuperação dos varejistas tradicionais e para trazer os consumidores de volta às lojas será a adaptação aos novos hábitos de compra dos consumidores. O declínio contínuo das visitas dos consumidores aos shoppings está forçando os varejistas a procurarem outro lugar para estabelecer seus pontos de venda, com os varejistas fora de shoppings e com os preços baixos em alta nos últimos anos (atividade que foi impulsionada ainda mais pela pandemia).


Notáveis ​​lojas de departamento, como Nordstrom Local e NordstromRack, Markey by Macy's e Macy's Backstage, e Bloomiesby Bloomingdale's, buscaram abrir novos conceitos de loja. Eles oferecerão uma variedade maior de produtos e também uma variedade maior de categorias e linhas de produto, mas também buscarão atender melhor ao consumidor que se preocupa com o preço. Enquanto isso, as lojas de departamentos não são o único tipo de varejista que quer renovar sua estratégia. A Sephora e a Bath & Body Works também estão procurando locais fora dos shoppings e lojas abertas.


Para saber mais sobre o ambiente de varejo de beleza pós-COVID , entender as mudanças no papel que o canal de loja física de beleza exerce sobre o mercado em uma base mês a mês, siga nosso Beauty Retailing USA and RetailerTracking: Monitoramento mensal de relatórios de varejistas de beleza da US Boutique.


Para mais informações acesse nosso site http://www.factorkline.com.br/ ou entre em contato com nossa empresa atraves do telefone (11) 3624-8721

SIGA-NOS

  • LinkedIn - Grey Circle
  • Facebook - Grey Circle

CATEGORIAS:

ARTIGOS RECENTES: