Mercado Brasileiro de Óleos Brancos



O óleo mineral branco é um produto derivado do petróleo, resultado do processamento e refinamento de óleos básicos minerais, assim chamado por ser praticamente transparente. O óleo branco é usado em diversas indústrias como lubrificante, mas também como demoldante na indústria de alimentos, adjuvante na agricultura; emolientes na indústria de personalcare/cosméticos; amaciante na indústria de plásticos: agente anti-poeira na indústria têxtil; ou veículo para condução de injetáveis na indústria farmacêutica entre outros.

A demanda por óleos brancos no Brasil tem se mantido basicamente constante em torno de 50 kton por ano nos últimos 5 anos. Os principais segmentos demandantes de óleos brancos são personal care/cosméticos e plásticos :

Mercado de Óleo Branco no Brasil – mercados




O consumo de óleo branco no Brasil é predominantemente do tipo grau USP e são comercializados em ampla gama de viscosidades dependendo da aplicação.

A estrutura de oferta é altamente concentrada – cerca de 60% do mercado atendido pela Oxiteno, parte do Grupo Ultra. Importações principalmente da Índia e EUA respondem por cerca de 30% do mercado sendo o restante atendido pela FAVAB (Fabrica de Vaselina da Bahia)


A principal ameaça ao consumo de óleos brancas é a substituição por óleos vegetais especialmente em aplicações com contato direto a pele humana. Na indústria de personal care/cosméticos esta já é uma realidade, apesar dos produtos vegetais ainda apresentarem desempenho inferior e maior preço quando comparado com o óleo branco.

Por outro lado, algumas novas aplicações como agente anti-poeira na mineração e supressor de pó no descarregamento de grãos, podem trazer potencial de consumo significativo.


O processo deflagrado pelo Grupo Ultra para negociação do controle da Oxiteno, produtor de óleo branco dominante no Brasil, pode trazer mudanças significativas na estrutura de equilíbrio do setor.


Segmentos consumidores de óleos brancos foram impactados diferentemente pela pandemia do COVID-19. Alguns experimentaram aumentos de demandas não esperados como alimentos industrializados, já que o consumo de alimentos em casa cresceu com a prática de home office e fechamento de restaurantes e lanchonetes; outros setores apresentaram retração muito significativa como setor de cosméticos; indústria têxtil e tintas, esta última especialmente com a redução da produção na indústria automotiva.


Na visão da Factor-Kline o mercado de óleo branco deve crescer entre 2.5% e 3.0% ao ano, ao longo dos próximos 5 anos.

Essas e outras informações estão detalhadas no relatório “ Global White Oils Market Analysis and Opportunities”.


Para maiores informações entre em contato com a Factor-Kline acessando nosso site http://www.factorkline.com.br/ou através do email contato@factorkline.com.br ou através do telefone (11) 3624-8723.

SIGA-NOS

  • LinkedIn - Grey Circle
  • Facebook - Grey Circle

CATEGORIAS:

ARTIGOS RECENTES: