ISO 16128 e Seu Impacto Crescente na Indústria de Ingredientes de Cosméticos

No mundo dos cosméticos, adotar uma “política natural” não é mais tão simples como era antes: no passado, as marcas precisavam apenas afirmar que seus produtos eram naturais e promover suas embalagens como ecológicas - nessa época, isso era o suficiente para que os consumidores comprassem esses produtos e tomassem essas afirmações como verídicas.


A partir de meados da década de 90, porém, os consumidores tornaram-se menos complacentes, resultado do acesso facilitado a informações – e a habilidade destas de se disseminarem pelas redes sociais – e da maior exigência por transparência. Com o objetivo de padronizar a definição de “natural”, diversos corpos de certificação começaram a surgir (como Cosmos, Ecocert e Natrue) e as empresas foram obrigadas a listar seus ingredientes em vários graus diferentes. Embora essas certificações sejam bem reconhecidas pelos consumidores, ainda há muita confusão, pois existem vários órgãos diferentes, cada qual com seu próprio conjunto de requisitos, e não há reconhecimento universal - ou seja, algumas certificações são aceitas apenas nos Estados Unidos, outras apenas na Europa, etc. Além disso, a obtenção dessas certificações pode se tornar uma proposta muito cara para algumas empresas, que devem pagar uma taxa para cada uma. “A ISO 16128 representou um avanço”, diz Nikola Matic, diretor de prática de Química e Materiais da Kline. “Pela primeira vez, a indústria tinha diretrizes claras e acordadas internacionalmente para se guiar e definir o que era - e o que não era - um ingrediente natural”. A norma fornecia designações baseadas em cálculos matemáticos para cada ingrediente, por meio das quais as marcas eram capazes de comparar seus números e identificar concretamente se seus produtos eram qualificados como "naturais" ou como "derivados naturais", ou se abrangiam a categoria “não natural”. Com cada ingrediente tendo um valor de índice atribuído, a ISO 16128 aplicou as mesmas diretrizes definitivas aplicadas nas marcas de cosméticos, na indústria de ingredientes de cosméticos - com a rotulagem “natural” altamente lucrativa sendo igualmente procurada pelos fabricantes de ingredientes.


O Que a ISO 16128 Significa para a Indústria de ingredientes de Cosméticos?


Embora a ISO 16128 tenha sido emitida há vários anos, não foi até recentemente que a padronização ganhou força, com suas raízes tornando-se cada vez mais significativas para a indústria de ingredientes de cosméticos. Entre os motivos para esse atraso estava o fato de os fornecedores de ingredientes terem aguardado para constatar se as marcas de cosméticos - seus clientes - seguiriam essas diretrizes. “A resposta”, diz Matic, “é um retumbante 'sim'. As marcas europeias são pioneiras na adoção da ISO 16128, e espera-se que outras sigam os passos da Europa”. Este impulso crescente está levando os formuladores de cosméticos a olharem com muito cuidado para os ingredientes encontrados em grandes concentrações em suas formulações, na busca para obter uma alta porcentagem de ingredientes de origem natural, sobre os quais podem apoiar suas propagandas de "natural". Os surfactantes representam o melhor exemplo de um grupo de ingredientes que possui um alto Índice Natural ISO 16128. Além disso, como a fermentação fornece aos fabricantes uma maneira eficiente de produzir ingredientes de origem natural que tenham o índice procurado, esses ingredientes são agora extremamente desejados ​​pelos formuladores e estão sendo adquiridos por preços elevados. Um dos resultados foi o aumento da atividade de P&D e M&A nessa área.


Quem Sai Ganhando?


Segundo Matic, “Uma multidão de pequenas empresas que tiveram ou têm conhecimentos interessantes nesta área - várias delas já foram compradas - está colhendo os frutos. O mercado também está recompensando as grandes empresas químicas que se movimentaram primeiro neste campo e as empresas que estão presentes na cadeia de valor dos oleoquímicos”. Os nomes nos quais você deve ficar de olho são: Croda, Evonik, Clariant e Stepan.

____________________


Para mais informações sobre o mercado de produtos e cosméticos naturais no Brasil, entre em contado com a Factor Kline através dos números 11-3624-8719 / 3624-8718, ou nos contate via e-mail em contato@factorkline.com.br.

VEJA NOSSAS REDES

  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Facebook - Black Circle

CATEGORIAS:

ARTIGOS RECENTES: