top of page

Tendências do Mercado de Ingredientes Ativos Especiais para Cuidados Pessoais

Secção traduzida e adaptada do artigo “Why Specialty Actives Are Booming in the Personal Care Ingredients Market” de Nikola Matic, Vice-Presidente da Prática de Químicos e Materiais da Kline.



De acordo com uma pesquisa recente da Kline, os chamados ingredientes ativos especiais apresentam o maior potencial de crescimento dentro da indústria de ingredientes de cuidados pessoais.

Em termos de valor, os grupos líderes dentro dos ingredientes ativos especiais são os emolientes, os surfactantes e os polímeros condicionantes. Em termos de volume, os solventes são os mais consumidos, devido principalmente à imensa demanda por solventes como o etanol, que é utilizado para produzir desinfetantes de mão e que, portanto, foi essencial na pandemia do COVID-19. Já os botânicos e biotecnológicos são aqueles com maior tendencia de crescimento.

Seguindo uma série de insights e pesquisas dos especialistas da Kline, separamos algumas tendências importantes do mercado atual/futuro de cuidados pessoais com impactos no segmento de ingredientes ativos especiais:

1) Skinificação: a concepção de que um couro cabeludo saudável implica em um cabelo saudável tem levado diversos consumidores a procurar por produtos voltados especificamente para o cuidado com couro cabeludo, tornando a saúde do couro cabeludo um foco para os fornecedores de ingredientes ativos e para os formuladores de produtos de cuidados pessoais. Falamos mais detalhadamente sobre essa tendência no texto “’Skinificação’: O Que É e Qual Seu Efeito no Mercado de Ativos Especiais”, disponível em nosso blog.


2) Skinimalism e Ingredientes Multifuncionais: o minimalismo, também conhecido como “skinimalism”, engloba consumidores em busca de formulações de produtos e rotinas de beleza mais simples, resultando no aumento do uso de ingredientes multifuncionais. “Espera-se que isso impulsione a demanda por emolientes que também possam oferecer propriedades antioxidantes e hidratantes, como o esqualano ou o ácido hialurônico – especialmente em sociedades envelhecidas, como o Japão e a Europa”, diz Nikola Matic, Vice-presidente da Prática de Químicos e Materiais da Kline.


O “novo normal” do pós-pandemia também é um fator que tem influenciado essa tendência: “As consumidoras desenvolveram um novo relacionamento com os produtos de maquiagem durante a pandemia”, observa Matic. “Muitas pessoas pararam com a rotina de se maquiar diariamente, e nunca mais a retomaram. É por isso que acreditamos que a nova geração de lançamentos de produtos na área de cosméticos de cor será composta de híbridos de produtos para cuidados com a pele com produtos de maquiagem, proporcionando benefícios para a pele e garantindo certos efeitos de maquiagem, tudo em uma única etapa. Isso é uma boa notícia para os formuladores: os ingredientes multifuncionais geralmente facilitam a formulação, e esse é outro motivo pelo qual há mais demanda por esses ingredientes”.


Além disso, essa tendência afetará o segmento de cuidados com os cabelos, uma vez que os consumidores também estão tendendo para uma aparência mais natural em seus penteados, o que, por sua vez, reduzirá a demanda por polímeros fixadores de cabelo.


3) Customização/Personalização: é uma tendência que também está se popularizando no setor de ingredientes para cuidados pessoais, pois a concorrência crescente está levando os formuladores a oferecer produtos que atendem diretamente às necessidades e aos desejos do consumidor. Isso é especialmente verdadeiro para a Índia e para o Brasil, que possuem uma grande população de consumidores jovens, motivo pelo qual empresas como a SkinKraft e a Meu Q estão desenvolvendo produtos customizáveis.


4) Beleza Inclusiva: uma tendência especialmente na Europa, que tem como base o desenvolvimento de ingredientes e produtos adequados para pessoas de diversas etnias.


Permeando todas essas tendências de consumo, nota-se também uma importante mudança em relação a cadeia de suprimentos de ingredientes ativos, com uma crescente preferência dos formuladores (fabricantes de cosméticos) pelos ingredientes fabricados “localmente” (em substituição a importação) . “Isso é especialmente comum na China e fez com que a produção local aumentasse”, diz Matic. “No Brasil também percebemos essa tendência” diz Sérgio Rebêlo, Managing Director da Factor-Kline, empresa afiliada à Kline &Co. “Existe uma preocupação com a confiabilidade das cadeias de suprimento, levando a um importante aumento de estoque ao longo de toda a cadeia (fornecedores de ativos, distribuidores e formuladores de cosméticos), o que, em conjunto com o aumento dos custos de transporte, impactam processos logísticos e elevam os custos. Nesse sentido, algumas empresas internalizaram ou consideram internalizar a produção de certos ingredientes”, diz Rebêlo.


Para mais informações sobre o mercado de ingredientes ativos, fique atento nos textos seguintes que serão publicados pela Factor-Kline. Além disso, descubra o novo relatório da Kline, Specialty Actives in Personal Care: Global Market Analysis and Opportunities, que abrange os mercados da Europa, dos Estados Unidos, do Brasil, da China, da Índia, da Coréia do Sul e do Japão e avalia/prevê a demanda atual e futura pelos principais ingredientes, funcionalidades, preços, canais de distribuição, vendas de fornecedores e tendências técnicas e de mercado. Caso queira mais informações sobre o estudo, acesse a brochura do estudo aqui ou entre em contato com a Factor-Kline.



Comentários


VEJA NOSSAS REDES

  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Facebook - Black Circle

CATEGORIAS:

ARTIGOS RECENTES: 

bottom of page